A RUA SÃO FRANCISCO E SUA DIVERSIFICADA GASTRONOMIA

Daisy Carolina e Maíra Kaline (*)

Todo curitibano, ou até mesmo quem já passou por Curitiba, conhece ou ouviu falar da rua mais alternativa da cidade, a São Francisco, conhecida também  por sua diversidade gastronômica. Localizada no coração da capital, em pleno setor histórico, a Rua São Francisco é uma das mais tradicionais e antigas de Curitiba. Antes de se tornar a lendária São Francisco, era conhecida como a “Rua do Fogo”, onde muitas mulheres se aproveitavam das pensões ou “casas de cômodo” próximas com o intuito de ganhar a vida, no que era chamado então de “cafetinagem”.
chico
Primeira parte da Rua São Francisco com o Largo da Ordem ao fundo. Foto: Maíra Kaline

Com o passar dos anos, a rua foi esquecida pelos  projetos urbanos de Curitiba, causando uma debandada de comerciantes e moradores. Após pressão da população e de políticos, a via passou a se chamar Rua São Francisco, em homenagem ao das Chagas. A ideia da época era que a nova denominação traria um conceito de mais moral e de respeito ao local, anulando a sua má fama.

Mais recentemente, em 2012, a Rua São Francisco foi revitalizada, o projeto se resumiu à reforma das calçadas e da iluminação, além da pintura das fachadas dos edifícios comerciais. A proposta tinha como eixo principal valorizar o passado da cidade e preservar sua memória. Entretanto, a revitalização teve relação direta com projetos turísticos que enxergam a São Francisco como um polo de cultura, entretenimento e gastronomia.

Continue reading

AS FACES DA GASTRONOMIA ORGÂNICA E CONSCIENTE NO CENÁRIO CURITIBANO

 

Beatriz Galindo, Beatriz Rossoni e Fabíola Costa(*)

Fotos: Beatriz Galindo

Ao andar pelas ruas de Curitiba, nota-se uma grande popularização de estabelecimentos comerciais que apostam na gastronomia sustentável e orgânica. Esta tendência vem sendo incorporada por empreendedores que buscam oferecer um estilo de vida saudável a seus clientes, de modo a incentivar a economia local e de pequenos produtores.

Tais locais – lojas, restaurantes, padarias, cafés – geralmente investem em uma decoração autêntica e artesanal, que consiga transmitir os valores que os regem.
O atendimento costuma ser mais personalizado, o cozinheiro muitas vezes sente-se mais próximo de seu consumidor e toma liberdade para explicar pessoalmente a origem dos ingredientes e das receitas, tornando assim, a experiência gastronômica muito mais interessante.

Localizada na Rua Fernando Amaro, em frente a um bar de harleyros, está a Maçã – Padaria Artesanal Brasileira, sinalizada por apenas uma placa de quadro negro e uma fila de consumidores do lado de fora.

organicos

A padaria começou com dois amigos, Gustavo Munhoz Alberge e Lucas Chan Gomide, que depois de morarem na Europa trabalhando em fazendas orgânicas, se envolveram com a cultura dos orgânicos e em especial com a panificação de fermentação natural, muito comum em cidades pequenas da Europa. Ao voltarem para o Brasil, os amigos decidiram dedicar seu trabalho com cozinha para a alimentação mais natural.

Continue reading

CONHEÇA O MERCADO DE MODA SUSTENTÁVEL EM CURITIBA

Julia Folmann e Tiago Correia (*)

A consciência sustentável tem crescido e muitas pessoas têm, literalmente, vestido essa camisa. Pois, torna-se cada vez mais fácil adquirir produtos vindos da moda sustentável, customizar o guarda-roupa ou comprar em brechós.

A historiadora Jackeline Bonato Gomes afirma que as novas gerações vêm tendo cada vez mais consciência da importância de um consumo sustentável. Porém, faz a ressalva: “O mercado é um tanto restrito, você tem de conhecer pessoas desse segmento e aí vai encontrar muita coisa legal, mas não é algo tão comercial e divulgado”.  Ela, que é consumidora de moda sustentável, conhece algumas marcas em Curitiba e o processo de produção das peças, desde a matéria prima, design e confecção.

modasustestavelEntrevista com a historiadora  Jackeline Bonato Gomes na inauguração do Coletivo Design Sustentável.  

Continue reading